Click na imagem para acessar o site

Click na imagem para acessar o site
click na imagem para acessar o site
"Trabalhadores e trabalhadoras, uni-vos contra a tirania, mas uni-vos sobretudo contra a inércia que se torna coadjuvante da opressão"

Vladimir Maiakovski - operário, poeta e revolucionário soviético.



segunda-feira, 25 de julho de 2011

PARANÁ: TRABALHADORES DA MATTE LEÃO (COCA-COLA) CONTINUAM EM GREVE.


Matte Leão (Coca-Cola/SABB): Greve completa uma semana e empresa aposta no cansaço dos trabalhadores.


Sindicato busca reabrir diálogo, mas até o momento não conseguiu nova contra proposta patronal.



A paralisação dos cerca de 480 funcionários da empresa Matte Leão, do grupo Coca-Cola do Brasil S/A, situada no município de Fazenda Rio Grande, região metropolitana da grande Curitiba (PR) completou uma semana. Até o momento os trabalhadores e trabalhadoras do setor de produção permanecem acampados na frente da empresa onde esperam por uma contra proposta patronal.



O assessor jurídico da Federação dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação do Paraná (FTIA) e também do STIMALCS, sindicato da categoria, Vanderlei Carlos Sartori Junior, acredita que a demora dos representantes patronais em apresentarem uma contra proposta se deve ao fato de estarem aguardando o pronunciamento da Justiça do Trabalho, pois a empresa ingressou na semana passada com uma ação contestando a legalidade da paralisação dos seus funcionários.



Os trabalhadores reivindicam um aumento real de 10% e reajuste no valor da cesta básica, retroativo a maio, de R$ 50 para R$ 120. A empresa ofereceu 7% de aumento para os trabalhadores que ganham o piso — de R$ 660,00 – e 6,3% para os demais profissionais com salários de até R$ 4 mil. O que, segundo o presidente do sindicato, Juarez do Couto Silva, é muito pouco e que esse valor se encontra abaixo do Piso Regional do estado inclusive.



Para o presidente da FTIA, Ernane Garcia a empresa está apostando no cansaço e na desmobilização dos trabalhadores por isso a demora em apresentar uma nova proposta que possa, ao menos, ser apresentada em assembléia. “Essa intransigência da empresa SABB, que administra a Matte Leão, é o indicio mais forte de que eles estão enrolando os trabalhadores e o sindicato esperando que o cansaço e o desânimo forcem a volta ao trabalho daqueles que optaram pela greve”, avalia Ernane.




Solidariedade e Apoio à greve



Na Bahia os funcionários da Coca-Cola também entraram em greve e conseguiram um reajuste de 8% e mais uma cesta-básica de R$120,00. Em Fazenda Rio Grande os trabalhadores demonstram que não vão abrir mão de suas reivindicações. Na manhã desta segunda-feira (25) o deputado estadual, Tadeu Veneri (PT) esteve visitando o local onde falou aos trabalhadores se colocando a disposição para ajudar na solução do impasse. “Todos nós esperamos que a empresa reveja o seu posicionamento e traga uma nova proposta para os seus funcionários que satisfaça, se não todas, ao menos a maioria de suas reivindicações”, salientou Veneri.



Vários sindicatos do setor de Alimentação do estado enviaram representantes para colaborar na organização e condução do movimento. Apucarana, Cianorte, Arapongas, Ponta Grossa, Cascavel, Castro-Carambeí, Paranaguá, Toledo e Dois Vizinhos são alguns dos municípios que têm sindicalistas levando sua solidariedade ao movimento. A Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação (CONTAC), a Central Única dos Trabalhadores (CUT) e a União Internacional dos Trabalhadores do Setor de Alimentação (UITA) também expressaram o seu apoio a greve e estão enviando representantes para acompanhar de perto a situação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

AÇÃO DIRETA

AÇÃO DIRETA
O vermelho é o nosso sangue derramado e o preto o nosso luto por aqueles que tomabaram na luta.

Marcadores